PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Login

 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
Background
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Galeria PQN

Galeria2
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
ASSINE PQN
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Enquete

 
 
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
O novo paradigma digital: o futuro das aplicações conversacionais PDF Imprimir E-mail
César S. Cesar   
12-Jun-2017
Todos nós temos acompanhado o grande sucesso dos chatbots. Eles estão na internet, na mídia, por toda a parte. Mas por que tanto destaque? Primeiro, porque eles são espetaculares para automatizar o atendimento receptivo. Há estudos que mostram que os chatbots são capazes de responder automaticamente até 80% das demandas de áreas de atendimento. Por outro lado, na maioria das vezes ainda são uma espécie de URA, exigindo que os consumidores naveguem em opções pré-determinadas usando botões ou keywords. Priorizar o tapping before typing tem sido a estratégia inicial das empresas para desenvolver estas aplicações, construídas em sua maioria sobre plataformas de mensagens de texto.


Mas essa forma de utilização dos chatbots é só o começo. Tende a se transformar muito nos próximos anos, sem que a maioria das pessoas tenha percebido o tamanho impacto que a evolução dos chatbots terá em suas vidas e seus negócios. Nos próximos cinco anos, a tecnologia vai evoluir para um conceito chamado de aplicações conversacionais, possíveis a partir da junção entre inteligência artificial, big data, mobile e evolução da mensageria - que nasceu com o ICQ e o SMS e foi evoluindo com os aplicativos de instant messages nos celulares, até que ultrapassasse as redes sociais em preferência e somasse 6 bilhões de usuários em todo o mundo.


A inteligência artificial, que nasceu na década de 1950 e deu saltos quânticos de qualidade a partir de 2011, está prestes a atingir a destreza humana em tarefas que envolvem linguagem natural (tradução multilíngue, compreensão de intenções em textos, reconhecimento e sintetização de voz). Isto faz com que seja possível reconhecer - em uma conversa do consumidor com o chatbot da sua empresa - o que ele está requisitando. O chatbot transforma o pedido em comandos de software que, após processados, formam uma resposta ao consumidor, também em linguagem natural.


Por exemplo, o consumidor manda uma mensagem para o chatbot da sua empresa dizendo que quer a segunda via da sua fatura. O chatbot responde “certo, aqui está a linha digitável”. O aplicativo de mensagem já realiza a autenticação e fornece os dados do consumidor para o chatbot, que localiza a conta no sistema da empresa e emite a segunda via da fatura, retornando o código de barras. Esse processo – que demorou muito menos de minuto numa aplicação conversacional – seria assim hoje, caso realizado no website ou app da empresa:


Digita o nome da empresa no Google, clica no link correspondente e chega ao site. "Que senha usei aqui?”. Clica em esqueci minha senha. Vai no e-mail, volta para a aplicação, digita a senha, não entra, digita de novo, entra no site, procura onde está a opção de 2a via, vai em serviços, procura o boleto, gera o boleto, tenta copiar a linha digitável, não dá porque é imagem, tem de tirar foto da tela com a aplicação de mobile banking​, mas a câmera do celular não consegue focar... Ou seja, você vai demorar dez minutos, enquanto no chatbot a mesma aplicação demora alguns segundos.


Só que para desenvolver aplicações conversacionais, esta classe de software onde os chatbots estão incluídos, é importante entender alguns desafios, já solucionados pela tecnologia de mensageria: mapeamento dos fluxos de conversação, identificação das intenções dos consumidores, ativação de rotinas de processamento e formatação da resposta, que pode ser multimodal – por meio de interfaces de texto, voz ou visuais. Players de mensageria saem à frente por terem históricos de conversações que podem abranger décadas, pois eles podem ser utilizados para treinar os algoritmos de inteligência artificial para entender o que é uma intenção e quais são os parâmetros que qualificam esta intenção. A partir desse treinamento, a máquina é capaz de discernir conversas originadas por uma multiplicidade de pessoas e encontrar qual rotina irá processar a demanda - no exemplo, gerar a segunda via da fatura.


Um outro requisito importante das aplicações conversacionais é a integração aos sistemas de retaguarda, porque no momento em que se entendeu que a pessoa precisa da segunda via da fatura, qual sistema precisará ser conectado para resolver a demanda: um SAP? Geração de boletos? Gateway de pagamentos? Aplicação customizada? É preciso realizar as integrações para suportar cada intenção. E quanto mais se pode conversar com as aplicações, mais integrações serão necessárias. Por exemplo: “eu quero a segunda via da fatura e quero pagá-la com meu cartão de débito” - neste caso, a aplicação precisa estar integrada não só ao meu sistema de SAP, mas também ao gateway da operadora de cartões para fazer o pagamento.


No entanto, o avanço da tecnologia, e especificamente dos bots, não está restrito aos chatbots e ao atendimento receptivo. Existe uma outra classe de bots para o atendimento ativo que é muito funcional e eficiente, tanto para empresas quanto para o consumidor: os smarts agents.


Vamos pensar na seguinte situação: você não recebeu e esqueceu de pagar a fatura. Depois de quinze dias, o smart agent da operadora, desde que tenha permissão para conversar com você e a partir de informações do SAP, entra em contato no seu canal de mensagens preferido para lembrá-lo do pagamento, no momento mais apropriado, porque o agente, utilizando a plataforma de mensagens, conhece seu nome, suas preferências e entende quais são os momentos em que você está em casa, no trabalho, no trânsito.


A conversa com o smart agent, neste caso, seria algo como:


- Oi, fulano! Tudo bem? Eu sou o agente virtual da sua operadora celular e queria te lembrar de que a sua fatura no valor x está pendente. Você gostaria de realizar o pagamento agora?

- Sim.

- Como você gostaria de pagar?

- Com o meu cartão de débito.

- Já tenho ele registrado, por favor me passe o 4 últimos números.

- ****

- Obrigado! Sua fatura está paga. Segue o comprovante.


Isso só é possível porque a empresa aciona um agente para conversar com você com base nos conhecimentos que tem sobre você. E quanto mais dados armazenados – e aqui entra o big data -, mais oportunidades a companhia possui para criar agentes.


Conforme os agentes e chatbots criados pelas empresas crescerem em funcionalidades e começarem a abranger todas as funcionalidades dos apps e websites​, menor será a necessidade de navegação e maior será a integração com outro tipo de bot que está no celular ou em outros dispositivos – na verdade, uma mistura de chatbot e agente: os Virtual Private Assistants (VPAs) ou Assistentes Virtuais Pessoais, que são a Siri, o Google Assistant, a Cortana e a Alexa. Esses VPAs passarão a conversar com os chatbots dos apps e dos sites para resolver os seus problemas, porque têm um conhecimento profundo sobre você. Retomando o vencimento da fatura, o processo será resolvido em instantes, porque você dirá ao VPA “paga minha fatura do celular” e ele responderá “ok, está paga”. Esse é o futuro das aplicações conversacionais.
 

*Cesar S. Cesar é Chief Product & Marketing Officer da Zenvia, empresa brasileira líder em comunicação corporativa via mensagens móveis

 
< Anterior   Próximo >
 
 
fornadas
SHOPPING ESTAÇÃO BH RECEBE A FEIRA DO LIVRO LETRINHA
REDE COMUNICAÇÃO DE RESULTADO - 18/08/2017

Os amantes da literatura ganharam mais um espaço especial na capital mineira. Até o dia 10 de setembro, a Praça de Eventos do Shopping Estação BH (piso L1) recebe a feira cultural do livro, organizada pela Letrinha. A atração reúne mais de 2 mil títulos de diversos gêneros a partir de R$ 3.
 
 
COCA-COLA FEMSA BRASIL PATROCINA PROJETOS DE COMUNIDADES DE BRUMADINHO, ITABIRITO E NOVA LIMA
INTERFACE COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL - 18/08/2017

Os projetos “Reciclando Sonhos” e “Rede de Vizinhos Protegidos da Serra da Calçada e Parque do Rola Moça” foram os vencedores da segunda edição do edital de patrocínio “Novas Ideias para um Mundo Melhor”, realizado pela Coca-Cola FEMSA Brasil em Minas Gerais. Cada um dos projetos vai receber aporte de até R$ 25 mil para desenvolver a iniciativa, em um prazo de um ano, com início em agosto de 2017 e término em setembro de 2018.
 
CASA FIAT DE CULTURA TRAZ O CORAL SESIMINAS NO PROGRAMA “MÚSICA NA CAPELA”
PERSONAL PRESS - 18/08/2017

Neste domingo, 
20 de agosto, das 11h às 12h, o Coral Sesiminas se apresenta mais uma vez, no programa Música na Capela, que há dois anos traz corais e orquestras de câmara à Capela de Santana, localizada nos jardins da Casa Fiat de Cultura, e encanta o público com apresentações mensais, sempre aos domingos pela manhã. Sob regência do maestro Marco Antonio Maia Drumond, o coral traz repertório diversificado, com destaque para a música clássica e popular. A entrada é gratuita, com espaço sujeito à lotação (80 lugares).
 
CONGRESSO TÉCNICO FUT 7
PESSOA AGÊNCIA DE RELAÇÕES PÚBLICAS - 18/08/2017

Erenilton Gomes, presidente da Federação de Futebol 7 Society do Estado de Minas Gerais (FMF7), juntamente Fábio Rios e Leandro Argolo, diretores da Asseshop Assessoria e Marketing Esportivo, realizam, nesta sexta-feira, 18, a partir das 19h, o Congresso Técnico Seletiva Mineiro Fut 7 2018.
 
O CANTOR MINEIRO, DANNIEL MAESTRI, COMEMORA 20 ANOS DE CARREIRA E DE MUITO AXÉ
VIANELLO ASSESSORIA - 18/08/2017

O cantor que já morou em Salvador, e é um dos integrantes de Os Baianeiros, que vem fazendo sucesso no país todo, vai comemorar seus 20 anos de carreira em um super show. No dia 19 de Agosto, sábado, Danniel Maestri realiza a festa MAESTRIA, no Clube Chalezinho, com convidados especiais. 
 
SHOPPING DEL REY PROMOVE ENCONTRO COM PERSONAGENS DE O SHOW DA LUNA!
REDE COMUNICAÇÃO DE RESULTADO - 18/08/2017

Os pequenos fãs de 
O Show da Luna! têm compromisso certo no próximo fim de semana. Entre os dias 18 e 20 de agosto, os personagens Luna, Júpiter, seu irmão mais novo, e Cláudio, um furão, estarão no Shopping Del Rey para interagir com as crianças e tirar fotos. A atração gratuita integra a programação do evento inspirado na animação, que desembarca pela primeira vez em BH.
 
SUPERMINAS/2017 SERÁ NOS DIAS 17 A 19 DE OUTUBRO EM BH
INTERFACE COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL - 17/08/2017

Nos dias 17, 18 e 19 de outubro deste ano, as atenções dos setores de supermercados, padarias, atacados e do varejo em geral de todo o País se voltam para o Expominas, em Belo Horizonte. Um dos maiores centros de eventos do País vai sediar o 31º Congresso e Feira Supermercadista e da Panificação (Superminas Food Show/2017). Maior evento empresarial anual do estado e o mais completo e diversificado do segmento no Brasil, a Superminas atrai também visitantes, compradores e expositores de vários países de todos os continentes.
 
SIND-UTE/MG CONVOCA CATEGORIA PARA ASSEMBLEIA ESTADUAL DIA 17 DE AGOSTO
STUDIUM EFICAZ - 16/08/2017

Nesta quinta-feira (17/08), o Sind-UTE/MG convoca os profissionais da educação para assembleia estadual, com paralisação total de atividades.
 
SHOPPING ESTAÇÃO BH PROMOVE ENCONTRO SOBRE FUTEBOL PARA COMEMORAR O DIA DOS PAIS
REDE COMUNICAÇÃO DE RESULTADO - 16/08/2017

O amor pelo futebol é passado de geração a geração, por isso o Shopping Estação BH escolheu essa paixão nacional para inspirar sua programação especial de Dia dos Pais. No dia 19 de agosto, o 
mall promove o “Papo de Campeão”, um encontro de pais, filhos e tantos admiradores do esporte com grandes comentaristas de futebol.  
 
CAMPUS ABERTO UNIBH OFERECE SERVIÇOS GRATUITOS
REDE COMUNICAÇÃO DE RESULTADO - 16/08/2017

Emissão de segunda via de certidões e orientações nas áreas de saúde, empreendedorismo e jurídica fazem parte dos serviços oferecidos no próximo sábado (19) na segunda edição do Fim de Semana do UniBH. O evento faz parte do projeto Campus Aberto, que tem a proposta de oferecer à população o acesso a benefícios disponibilizados pelo centro universitário, como lazer, cultura, cursos, oficinas e atendimento clínico para os animais. O Campus Aberto será realizado das 9h às 14h, no campus Estoril, com entradas pela Avenida Mário Werneck, 1.685 e rua Líbero Leoni, 259.
 
 
 
Presoti
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
© 2017 PQN - O Portal da Comunicação
portalpqn@pqn.com.br Rua da Bahia, 1345 - Sl 909 - Lourdes - Belo Horizonte - MG - Tel.: 31 2127 4651
Design : StudentsDesign.de PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação