PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Login

 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
Voe 1 Codemig
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Galeria PQN

Galeria1
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
 
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
BREVE FESTIVAL, MÚSICA PRA DURAR, TERÁ PRIMEIRA EDIÇÃO EM SETEMBRO PDF Imprimir E-mail
ÁRVORE DE COMUNICAÇÃO   
07-Ago-2017
ÁRVORE DE COMUNICAÇÃO - 07/08/2017

Belo Horizonte irá ganhar um novo festival de música. Trata-se do “Breve Festival, Música Pra Durar”, que acontecerá em setembro, ocupando espaços da cidade e o Mirante Beagá. O evento apresenta uma proposta diferenciada na qual todas as artes trarão sonoridade, com ações diversas ao redor da música, levando ao público experiências diversas.  “O Breve Festival será um evento de música para falar sobre a música. A ideia é levar a música para todo canto da cidade. Deixar o conteúdo ir ao encontro das pessoas. Queremos trocar ideias e experiências, abrir portas para que todos possam fazer e falar de música com a gente. Queremos ouvir e dar voz. Transformar ideias em verbo”, explica Guilherme Rabelo, um dos idealizadores do evento. 

 
A programação terá início no dia 20 de setembro com a realização de mesas de conversas em espaços culturais, seguindo no dia 21 com uma mini-mostra itinerante com pocket shows em parklets da cidade, no dia 22 com shows gratuitos e simultâneos em casas noturnas, encerrando no dia 23 com as apresentações de 13 atrações locais, nacionais e internacionais, no Mirante Beagá.
 

Em uma manifestação cultural e artística, o Breve Festival, Música Pra Durar mostrará o poder transformador da música através dos tempos. No lineup, bandas e artistas que utilizam a música para escancarar realidades, seja com letras que descortinam um contexto político, social e cultural, ou que trazem uma nova cara para o mercado musical. No dia 23, sábado, no Mirante Beagá, 13 atrações vão se reversar em três palcos, simultaneamente. A contra-cultura tropicalista da década de 1970 com os Novos Baianos; a política e o ativismo social nas letras do Baianas System e Graveola; a nova MPB e a colaboração com Jeneci, Tulipa e a Banda + Bonita da Cidade; e a força do rap e ocupação urbanas com o Projota e Emicida estão entre as manifestações do Festival, que se juntarão a Karol Conka, Baiana System, Miami Horror, Projota, Graveola, Iconili, Alta Fidelidade , MOONS  e Young Lights. “A proposta é reunir gerações cujas músicas, ainda que recentes, romperam barreiras. Da contra-cultura tropicalista da década de 1970 à nova era de artistas descobertos na internet, queremos explorar a música em todas suas possibilidades”, comenta Eduardo Brandão, também idealizador do Festival.
 

“Belo Horizonte vive uma verdadeira revolução cultural. Uma cena independente e alternativa cheia de atores e agentes culturais promotores de mudanças cotidianas. Os festivais são uma forma de os produtores da cena darem placo as bandas e aos músicos da cidade. Mas poucos deles trazem uma programação com artistas nacionais e internacionais, muitas vezes por falta de incentivo. Por isso o Breve Festival pensou numa programação de artistas com diferentes contextos históricos, num lineup em que culturas e estilos diferentes conversem promovendo a democracia da música,” afirma Guilherme.
 

SERVIÇO
Breve Festival, Música Pra Durar
Data: 20 a 23 de setembro
 

Programação:
De 20 a 22 de setembro – Programação Semibreve - mesas de conversas em espaços culturais, mini-mostra itinerante com pocket shows em parklets, shows gratuitos e simultâneos em casas (programação detalhada ainda será divulgada),
 

Dida 23 de setembro – shows Novos Baiano, Baiana System, Miami Horror, Karol Conka Projota, Emicida, Tulipa Ruiz e Marcelo Jeneci, A Banda Mais Bonita da Cidade, Graveola e o Lixo Polifônico, Iconili, Alta Fidelidade, MOONS e Young Lights.
Local: Mirante Beagá
Horário: a partir das 14h
Valores ingressos: 1° Lote R$ 90,00 (meia entrada solidária – mediante doação de um quilo de alimento não perecível na entrada do evento). * Valores sujeitos a alteração a cada virada de lote.
Vendas:  sympla.com.br/brevefestival
Classificação: 18 anos
Informações:  (31) 3889-2003
brevefestival.com | facebook.com/brevefestival | instagram.com/brevefestival
 

Novos Baianos
Os Novos Baianos, Moraes Moreira, Baby do Brasil, Pepeu Gomes, Paulinho Boca de Cantor, Luiz Galvão, dispensam apresentações. Na estrada com sua turnê “Acabou Chorare os Novos              Baianos se encontram”, eles apresentam um repertório marcante, passando por toda a trajetória da banda. 
 

Baiana System
Donos de uma sonoridade universal e solar, o Baiana System se tornou um dos principais nomes de um movimento independente que busca ressignificar a música urbana produzida na Bahia.
 

Miami Horror 
O grupo electro dance australiano, Miami Horror, apresenta seu quarto disco, The Shapes. Conhecido por seu som diversificado e eclético que mistura influências, The Shapes é um              álbum conceitual, percussivo e colorido, divertido e ousado. 
 

Karol Conka
Desde seu lançamento em 2013, Karol Conka se consolidou na música brasileira. Com inúmeros singles de sucesso e o seu álbum Batuk Freak, Karol ganhou o Brasil e o mundo, se apresentando em palcos de diversos países e arrancando elogios da crítica internacional. 
 

Projota
Desde os primeiros duelos de MCs há nove anos, Projota chega ao seu primeiro disco oficial, “Foco, Força e Fé” (Universal Music). Se revelando em cada rima, abre seu coração nas baladas românticas ao mesmo tempo em que também escreve letras e bases poderosas sobre superação, crime, sexo e crítica social.
 

Emicida
Nas ruas desde agosto de 2015 com o elogiado “Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa”, Emicida já rodou o mundo, desdobrou-se em clipes marcantes, um documentário             sobre a gravação do disco na África e ainda foi indicado ao Grammy Latino. 
 

Tulipa Ruiz e Marcelo Jeneci
Tulipa Ruiz e Marcelo Jeneci conquistaram o Brasil quando a música “Dia a dia, lado a lado” foi lançada. Uma parceria que celebra o bom momento na trajetória de ambos, que iniciaram na mesma época e foram aclamados pela crítica e público desde o início. 
 

A Banda Mais Bonita da Cidade
Formada em 2009, A Banda Mais Bonita da Cidade arrebatou fãs numa velocidade inédita com o clipe da música “Oração”, presente no primeiro disco do grupo. De lá para cá, foram mais dois discos, sendo o álbum “De Cima do Mundo eu Vi o Tempo” o mais recente, lançado em 2017. 
 

Graveola e o Lixo Polifônico
Da vontade de registrar o seu momento atual, num recorte sonoro festivo e pop, a banda Graveola e o Lixo Polifônico apresenta seu quinto álbum, Camaleão Borboleta. O disco mostra o amadurecimento da banda, com uma sonoridade elétrica e psicodélica, que mistura ritmos do maracatu, frevo, ijexá, pagode baiano e samba-reggae.
 

Iconili
Com um som brasileiro, tropicalizado e internacional, o grupo instrumental Iconili mantém suas raízes africanas e a abertura para novas experimentações. Misturando a batida do afrobeat  com o samba, o funk, o carimbó, o jazz, o rock e outras influências, o resultado é uma contemporânea e potente profusão musical, de sonoridade sofisticada e dançante.
 
 

Alta Fidelidade
A Alta Fidelidade surgiu em julho de 2009 e já realizou mais de 70 edições. A festa nasceu da união de cinco DJs e amigos, colecionadores de vinil, para celebrar a cultura do vinil e da discotecagem. Sem barreiras de gênero ou estilo, sejam clássicos ou novidades. 
 

MOONS 
MOONS é um projeto do músico André Travassos que mistura o folk com o space rock e pinceladas de música brasileira. Seu álbum de estréia MOONS Songs of Wood & Fire (La Femme qui Roule, 2016) é um convite para andar através das montanhas de Minas Gerais, através dos caminhos desconhecidos da imaginação, onde a alma encontra o corpo e o começo encontra o fim. 
 

Young Lights
Jairo ‘Jay’ Horsth Paes é o idealizador por trás do Young Lights. Criado em Massachusetts, EUA, Jay bebeu diretamente do folk durante toda sua vida e esta é uma das características mais marcantes do som do grupo. Unindo a experiência individual de cada um dos outros membros do grupo o resultado é uma pegada indie/folk com detalhismo, sentimento e muita energia ao vivo. 
 
 
 
 
ASSESSORIA DE IMPRENSA
Árvore Gestão de Relacionamento (31) 3194-8700
Direção: Rafael Araújo
 
Atendimento:
Cristina Sanches – (31) 3194.8703 | 9 8489 2098
Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email
 
< Anterior   Próximo >
 
 
 
 
Presoti
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
© 2017 PQN - O Portal da Comunicação
portalpqn@pqn.com.br Rua da Bahia, 1345 - Sl 909 - Lourdes - Belo Horizonte - MG - Tel.: 31 2127 4651
Design : StudentsDesign.de PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação