PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Login

 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
Pessoa
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Galeria PQN

Galeria1
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Enquete

 
 
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
CASA FIAT DE CULTURA APRESENTA A EXPOSIÇÃO INÉDITA “CONTAMINAÇÕES PICTÓRICAS” PDF Imprimir E-mail
PERSONAL PRESS   
04-Dez-2017
PERSONAL PRESS - 04/12/2017

A mineira 
Fernanda Fernandes está entre os seis artistas contemplados no 2º Programa de Seleção da Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura e será a primeira a expor na edição 2017/2018 do espaço. A artista visual apresenta na mostra Contaminações Pictóricas uma série de aquarelas, pinturas a óleo, colagem e objeto, que revelam criações a partir de memórias visuais. A obra de Fernanda é motivada pela ideia de transiência da matéria, da vulnerabilidade da existência, das impermanências e do caráter inventivo que a memória possibilita. A exposição fica em cartaz entre os dias 5 de dezembro de 2017 e 21 de janeiro de 2018, e tem entrada gratuita.

A artista Fernanda Fernandes expõe parte da pesquisa em pintura que atualmente desenvolve em seu ateliê. Ela realiza uma investigação acerca de ruídos da memória e de sua pulsão criativa de dar novo significado às suas lembranças. Fernanda pinta recorrendo apenas à memória, e foi a partir desse procedimento que as 18 obras da exposição foram criadas. São 13 aquarelas da série Amorfologia, duas pinturas a óleo da série Assombramento, uma pintura em cobre intitulada Revelação, uma colagem chamada Vestígio e um objeto intitulado Pintura.


No processo criativo da artista, o resultado não se limita a uma única inspiração. "É um trabalho abstrato, em que coloco minhas experiências visuais como ponto de partida nas obras. Reúno imagens da lembrança de vivências, sonhos e devaneios como gatilhos para a criação de imagens inventadas”, explica Fernanda.


Um tema recorrente na obra da artista é o efeito do tempo na matéria. Seja na primeira aquarela da série Amorfologia, que mostra um galho em decomposição, seja no cano enferrujado (Pintura), ou na obra Vestígio, que apresenta antigos materiais usados em construções urbanas. Esta é uma reflexão que Fernanda traz para a própria vida humana, que, assim como as matérias vegetal e mineral, está sob o efeito do tempo. “Minha investigação lida com a convivência da observação e da abstração, da construção e da reconstrução, do que é durável ou efêmero, da lembrança e do esquecimento, da vida e da morte”, conclui a artista.


A exposição Contaminações Pictóricas é uma realização do Ministério da Cultura, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e da Casa Fiat de Cultura, com o patrocínio da Fiat Chrysler Automóveis (FCA), CNH Industrial Capital, Banco Fidis, Fiat Chrysler Finanças, New Holland Construction, Banco Safra e Verde Urbanismo. A mostra conta com apoio do Mercado do Praça, e apoio institucional do Circuito Liberdade, Instituto Estadual do Patrimônio Histórico (Iepha), Governo de Minas e Governo Federal.

 
Na Piccola Galleria
Amorfologia: série de aquarelas que apresentam memória visual acerca de pequenos troncos e gravetos coletados de árvores em processo de decomposição, após desprendimento natural e queda no chão em matas fechadas. A série se inicia com a referência da forma externa, que não é observada e sim lembrada, mas gradativamente caminha para recortes desconexos do todo. Os corpos trabalhados aparentam algo entre estruturas vegetais, animais, ou mesmo minerais em corrosão ou oxidação. Segundo a artista, essa proposta surgiu ao observar processos de “degradação” de vegetais e de oxidação do cobre.


Assombramento: pinturas a óleo que apresentam memória visual de imagens-referência para a artista. Fernanda se inspira em paisagens poéticas presentes em pinturas, desenhos e gravuras dos séculos XVIII e XIX; e fotografias de fragmentos de paisagens contemporâneas em estado de ruína e que foram consumidos pela vegetação. As duas pinturas são uma investigação sobre as sensações de arrebatamento frente a lugares do passado.


Revelação: pintura em cobre feito a partir das reações químicas entre os ácidos utilizados pela artista e um pequeno disco de cobre, coletado da paisagem urbana. Um estudo sobre a relação entre materiais/substâncias e as mudanças geradas pela intervenção artística.


Pintura: objeto de madeira e metal originado da coleta de pedaço de cano de cobre em processo de ferrugem, retirado de uma edificação antiga. O título remete ao estado pictórico encontrado no objeto, remete uma sensibilidade de olhar as transformações naturais da matéria ao longo do tempo, e dialoga com o fazer artístico do pintor.


Vestígio: colagem feita a partir da coleta de fragmentos de uma estrutura arquitetônica e novas justaposições entre esses elementos. Assim como em Pintura, a artista mostra sua curiosidade sobre a ação do tempo sobre os materiais e a presença pictórica que a matéria retém por si só.
 

Fernanda Fernandes
Fernanda é artista visual e vive e trabalha em Belo Horizonte. Desenvolve uma pesquisa visual acerca da paisagem e sua transiência (transição) enquanto matéria, motivada por reflexões sobre a vulnerabilidade da existência, das impermanências, e do caráter inventivo que a memória possibilita. Os resultados são composições limítrofes entre a realidade e a abstração.


Estudou Artes Plásticas na Escola Guignard, e em ateliers de formação livre voltados para o desenvolvimento autoral. É aluna de Mário Zavagli. Participou de programas de residência artística e exposições coletivas e individuais no Rio de Janeiro, São Paulo e em sua cidade natal.
 

Piccola Galleria
A Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura é um espaço de permanente incentivo às expressões artísticas que foi criado em 2016, destinado a novos artistas. A proposta é apresentar e destacar trabalhos inéditos – pinturas, desenhos, gravuras, esculturas, fotografias, instalações, performances e/ou videoarte – de artistas locais, brasileiros ou estrangeiros.


O espaço, situado ao lado do painel “Civilização Mineira”, de Candido Portinari, no Hall Principal da Casa Fiat de Cultura, abriga exposições de curta duração, mas com toda visibilidade que a instituição enseja. No espaço são realizados dois tipos de mostras: aquelas programadas pela própria Casa Fiat de Cultura e as destinadas a artistas que inscreveram seus trabalhos, por meio de um processo de seleção realizado anualmente. Local intimista e com grande circulação de público, a Piccola Galleria conta com a chancela da Casa Fiat de Cultura e do Circuito Liberdade, um dos mais importantes corredores culturais do país.


Dentre os 97 inscritos no 2º Programa de Seleção, seis foram escolhidos: Fernanda Fernandes (Belo Horizonte), Ildeu Lazarinni (Belo Horizonte), Maíse Couto (Belo Horizonte), Mariângela Haddad (Ponte Nova-MG), Miro Bampa (Vinhedo-SP) e Wendell Leal (Belo Horizonte). Os trabalhos, inéditos e com técnicas diferenciadas, reúnem fotografias, aquarelas, pinturas a óleo e acrílica, instalação e assemblages.


Todas as exposições terão ações conjuntas entre a curadoria e o Programa Educativo da Casa Fiat de Cultura. Durante o período das mostras, os educadores da instituição oferecerão visitas mediadas para públicos agendados e espontâneos. Utilizando o conceito ampliado de acessibilidade, a mediação visa facilitar o acesso ao espaço e aos conteúdos não apenas para pessoas com deficiência, mas para todos os públicos. Gratuitas e abertas ao público, as atividades educativas dialogarão com as exposições, estimulando as múltiplas possibilidades de reflexão, particulares a cada mostra.
 


Casa Fiat de Cultura
Há 11 anos, a Casa Fiat de Cultura cumpre importante papel na transformação do cenário cultural mineiro, ao apresentar, em Belo Horizonte, mais de 40 importantes exposições, de renomados artistas brasileiros e internacionais. Da grande arte de Caravaggio, Chagall, De Chirico, Rodin e Tarsila do Amaral, a artistas que despontam no cenário da arte contemporânea, sua programação é diversificada e gratuita, contemplando públicos de todas as idades e classes sociais. Sempre com mostras inéditas, a instituição, mantida pelas empresas do Grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e CNH Industrial, desenvolve um Programa Educativo que é peça fundamental nesse trabalho de valorização e de ampliação do conhecimento proporcionado a seu público. Para cada exposição, são idealizados conceitos e temáticas a serem trabalhados em atividades educativas, em um modelo de Ateliê Aberto, que proporciona aos visitantes um espaço de experimentação livre e de participação nos processos do fazer criativo. 


Mais de 2 milhões de pessoas já visitaram a Casa Fiat de Cultura e mais de 300 mil pessoas participaram das atividades educativas. Para cada público, uma abordagem especial é adotada, com o intuito de encantar e transformar, de maneira positiva, o imaginário de cada visitante. É com esse espírito de envolvimento e inclusão que a Casa Fiat de Cultura tornou-se referência no Brasil, por meio da arte e da cultura, ao proporcionar experiências memoráveis ao público.  
 


SERVIÇO
 
Exposição “Contaminações Pictóricas”, com obras de Fernanda Fernandes 
na Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura                                                                                                                                                       
5 de dezembro de 2017 a 21 de janeiro de 2018
Terça a sexta, das 10h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h
Entrada gratuita
 
Casa Fiat de Cultura
Circuito Liberdade
Praça da Liberdade, 10 – Funcionários – BH/MG
Horário de funcionamento: terça a sexta, das 10h às 21h – Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h
 
Informações
(31) 3289-8900
www.casafiatdecultura.com.br
Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email
facebook.com.br/casafiatdecultura
Instagram: @casafiatdecultura
Twitter: @casafiat
www.circuitoculturalliberdade.com.br
 
Informações para a Imprensa
Personal Press
Polliane Eliziário –  Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email  – (31) 99788-3029
Raquel Braga – Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email – (31) 99548-9158

 
< Anterior   Próximo >
 
 
fornadas
AGENDA DE CONCERTOS DOS ÓRGÃOS HISTÓRICOS DE MINAS GERAIS - FEVEREIRO DE 2018
CONVERSO COMUNICAÇÃO - 19/02/2018

Exemplar do século XVIII, o órgão da Matriz foi encomendado em 1785 ao organeiro português Simão Fernandes Coutinho, na cidade do Porto. A Vila de São José do Rio das Mortes, nossa atual Tiradentes, vivia a efervescência musical do período barroco e o órgão acompanharia a liturgia e as celebrações familiares. 
 
LIGA DOS BLOCOS DE CARNAVAL DE OURO PRETO PROMOVE FESTA INESQUECÍVEL NO CARNAVAL 2018
CONVERSO COMUNICAÇÃO - 19/02/2018

Foram quatro dias muito intensos, com festa e descontração para todos os gostos. A 
Liga dos Blocos de Carnaval de Ouro Preto, formada pelos Bloco do Caixão, Bloco Cabrobró, Bloco da Praia e Bloco Chapado, trouxe diversas atrações para animar os foliões. Passaram pelo palco Pabllo Vittar, MC Livinho, MC Lan, DJ Yuri Martins (Bloco do Caixão); Nego do Borel, Chapeleiro, Molejo (Bloco Cabrobró); MC Kevinho, Alexandre Peixe, Felguk (Bloco da Praia); e Dennis Intense, Tuca Fernandes, Efinito, DJ Trevizano (Bloco Chapado). A Liga começa a trabalhar, desde já, na construção da festa de 2019.
 
CORI-MG ATUA NO PROGRAMA CONCILIA BR-381 E ANEL
PREFÁCIO COMUNICAÇÃO - 19/02/2018

O vice-presidente do Colégio Registral Imobiliário de Minas Gerais (CORI-MG), Francisco José Rezende dos Santos, participou da primeira entrega do Concilia BR-381 e Anel, programa do qual a entidade é parceira. Em fevereiro, 20 famílias que viviam às margens do Anel Rodoviário de Belo Horizonte receberam os títulos de propriedade de suas novas casas. A entrega foi feita no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).
 
CHEF EDSON PUIATI FAZ AULA SHOW GRATUITA
REDE COMUNICAÇÃO DE RESULTADO - 19/02/2018

Apreciadores e interessados em gastronomia poderão participar de um encontro com o chef de cozinha Edson Puiati, no dia 20 de fevereiro (terça-feira), das 14h às 16h, na Cozinha Escola Mineiraria Mercado Central. O espaço fica localizado na parte central do estacionamento do Mercado Central de Belo Horizonte. Para participar, basta fazer a inscrição prévia pelo siteuna.br/encontrocompuiati.  A entrada é gratuita, porém as vagas são limitadas.
 
BH RECEBE ESPETÁCULO BOCA DE OURO, DE NELSON RODRIGUES, COM MALVINO SALVADOR
ÁRVORE GESTÃO DE RELACIONAMENTO - 19/02/2018

Um lendário bicheiro carioca, figura temida e megalomaníaca, que carrega o nome de Boca de Ouro, é assassinado e tem o seu passado vasculhado por um repórter. A fonte da investigação é dona Guigui, ex-amante do contraventor, mulher que, ao longo da peça, revela diferentes e contraditórias versões do bicheiro. Este é o mote da tragédia 
carioca “Boca de Ouro”, de Nelson Rodrigues, escrita em 1959, cujo papel-título é vivido por Malvino Salvador, na montagem de Gabriel Villela, e que chega a Belo Horizonte para apresentações nos dias 17 e 18 de março (sábado às 21h e domingo às 19h), no Grande Teatro do Palácio das Artes. Estão ainda no elenco Mel Lisboa e Claudio Fontana, Lavínia Pannunzio, Leonardo Ventura e Chico Carvalho, além de Cacá Toledo e Guilherme Bueno, Jonatan Harold e Mariana Elisabetsky, interpretando as 14 canções do espetáculo.
 
UNIBH EXPANDE PORTFÓLIO DE CURSOS DO CAMPUS CRISTIANO MACHADO
REDE COMUNICAÇÃO DE RESULTADO - 19/02/2018

O UniBH, um dos principais Centros Universitários de Belo Horizonte, passou a oferecer neste primeiro semestre de 2018, os cursos de Direito e Psicologia no campus Cristiano Machado. A expansão atende a crescente demanda de atendimento recebida pela Instituição na região norte.
 
FALEIRO EXPANDE PARCERIA COM DROGARIA ARAÚJO
PRESOTI COMUNICAÇÃO - 19/02/2018

A indústria Faleiro, uma das líderes em serviços de alimentação no Brasil e a maior de Minas Gerais, fechou o ano de 2017 com mais uma grande novidade para o consumidor. A empresa ampliou sua parceria com a Araújo. A Faleiro, única indústria do setor a fabricar salgados em embalagens individuais com ATM (Atmosfera Modificada) proporcionando maior tempo de armazenamento sob refrigeração, que já fornecia salgados lanche individuais, sobremesas e refeições para mais de 90 pontos de venda da Drogaria, passa agora a distribuir também sua nova linha de salgados coquetéis em embalagens de 400g.
 
GESTANTES E LACTANTES DEVEM SE VACINAR CONTRA A FEBRE AMARELA EM MINAS GERAIS
ÁRVORE GESTÃO DE RELACIONAMENTO - 19/02/2018

Os números alarmantes de casos de febre amarela em Minas Gerais motivaram o Ministério da Saúde (MS) a prestar mais atenção em um grupo de risco importante: as gestantes e lactantes. Em função disso, a Secretaria de Estado de Saúde e a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte mudaram as regras de contraindicação e liberaram a vacinação desse público sem recomendação médica formal.
 A triagem está sendo feita pelas enfermeiras do posto. Até então, a dose não era recomendada para as gestantes e lactantes, pois não havia risco de surto no Estado.
 
EMPRESÁRIOS E DIRIGENTES DE EMPRESAS SE REÚNEM PARA O “5º RETIRO ESPIRITUAL”
INTERFACE COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL - 19/02/2018

Entre os dias 2 e 4 de março de 2018, a Associação de Dirigentes Cristãos de Empresa, (ADCE Brasil),
 com apoio da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, e com a participação das ADCEs regionais de todo o Brasil, promovem em conjunto, o 5º Retiro para Empresários, na Pousada do Bom Jesus, no Santuário Nacional de Aparecida, no estado de São Paulo.
 
PORTO SEGURO DIVULGA RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2017
PESSOA AGÊNCIA DE RELAÇÕES PÚBLICAS - 19/02/2018

Apesar do final da recessão econômica no segundo semestre de 2017, o Brasil sofreu com os efeitos da crise. A demanda enfraquecida, o aumento da criminalidade em alguns estados, a forte queda na taxa de juros e o ambiente competitivo acirrado no
seguro auto foram fatores desafiadores para a indústria de seguros. Entretanto, a Porto Seguro conseguiu expandir suas receitas em todas as principais linhas de negócio. 
 
 
 
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
© 2018 PQN - O Portal da Comunicação
Enviar Whatsapp Enviar Email Praça Raul Soares, 8 Sl 1201 - Centro - CEP 30180-030 - Belo Horizonte - MG - Tel.: 31 2127 4651
Design : StudentsDesign.de PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação