PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Login

 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
Pessoa
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Galeria PQN

Galeria2
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
 
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
APROVEITE O VERÃO, MAS PROTEJA-SE DO SOL! PDF Imprimir E-mail
ÁRVORE GESTÃO DE RELACIONAMENTO   
22-Jan-2018
ÁRVORE GESTÃO DE RELACIONAMENTO - 22/01/2018

O verão chegou e, com ele, a preocupação redobrada com a pele. Para aproveitar a estação mais quente do ano sem comprometer a saúde, é preciso cuidado. É o que ensina o dermatologista do Hermes Pardini e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Dr. Thales Bretas.

 
Segundo o Dr. Thales, para saber a forma apropriada de se cuidar, o primeiro passo é identificar qual o seu tipo de pele, que pode variar de acordo com seis fototipos diferentes: do mais claro, branco caucasiano, ao tom mais escuro, da pele negra. Também é necessária a distinção quanto à hidratação: oleosa, seca, mista e sensível. É a combinação entre o fototipo e a hidratação que vai definir a escolha dos melhores produtos para se proteger no verão.
 

PROTETOR SOLAR
 
Como a pele brasileira é predominantemente mais escura e geralmente oleosa ou mista, o filtro solar mais adequado para a maioria das pessoas é o não oleoso, com um toque mais seco. E aqui uma dica importante: no dia a dia, opte por protetores com cor para o rosto. Escolha um que se aproxime do seu tom de pele e abuse dele. Esse tipo de filtro oferece uma proteção maior à luz visível, aquela emitida pelo sol, pela televisão, pelo monitor do computador, pelas lâmpadas fluorescentes e até pelo celular.
 

Na hora de escolher o melhor protetor solar, fique atento ao fator de proteção de raios UVA e UVB. "O FPS mínimo recomendado para as peles morenas é 15, e para as peles claras, 30", afirma o Dr. Thales Bretas. Hoje, já existem roupas com filtro ultra-violeta que ajudam na proteção da pele também. E, sempre que possível, vale usar ainda chapéu e óculos de sol.
 

Lembre-se que durante a exposição solar intensa, geralmente na praia ou na piscina, o ideal é reforçar o filtro solar a cada duas horas. "Agora, se a pessoa mergulhar na água ou praticar esportes ao ar livre, essa frequência deve ser superior. Vai depender do grau de resistência do filtro solar, do tempo nadando e até da intensidade do suor", explica o dermatologista.
 

Outro cuidado que o especialista destaca é para quem foi à depilação nos dias/horas que antecedem a exposição solar. Isso porque a depilação pode causar ferimentos na pele que, se expostos ao sol, podem deixar manchas. Por isso, se houver algum ferimento, ele deve ser protegido com mais atenção ainda!
 

Para quem gosta de ficar exposto à luz solar, além do protetor, é recomendável seguir os horários mais seguros e com menor risco de queimaduras, que são antes das 10h e depois das 16h.
 

SOMBRA E ÁGUA FRESCA
 
Essa dica vale até mesmo para quem prefere curtir o verão debaixo do guarda-sol. Atenção: o filtro solar ainda assim é indispensável. Os raios ultra-violetas atingem a pele mesmo que indiretamente, provocando os mesmos malefícios dirigidos àqueles que estão diretamente expostos ao sol.
 

BRONZEADO
 
Para os que preferem o uso de bronzeador, um novo alerta: o produto, embora potencialize e ative a melanina da pele, deve ter fator de proteção 15, no mínimo.
 

Medicamentos com licopeno e o betacaroteno prometem um bronzeado mais bonito e uniforme. Mas ele são apenas um suplemento nutricional e, embora ajudem para ficar com o aspecto bronzeado, não substituem os bronzeadores. Eles podem ser usados de forma combinada.
 

Em caso de queimaduras graves, evite receitas caseiras e procure um dermatologista o mais rápido possível. "O recomendável é hidratar muito a pele, tomar muita água e usar produtos pós-sol com aloe vera, que aliviam a ardência", diz o especialista do Grupo Hermes Pardini.
 

CABELO
 
Muitas vezes esquecido, o cabelo também precisa de proteção do sol. Isso pode ser feito através de chapéus e de cremes ou leave-in com filtro solar! Além disso, uma hidratação com máscaras hidratantes após os dias de praia, sol e piscina é sempre bem-vinda!
 

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Cristina Sanches - (31) 3194-8718 | 98480-7496 | 98489 2098
Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

 

Árvore de Comunicação - (31) 3194-8700
Direção: Rafael Araújo

 

 
< Anterior   Próximo >
 
 
 
 
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
© 2018 PQN - O Portal da Comunicação
Enviar Whatsapp Enviar Email Praça Raul Soares, 8 Sl 1201 - Centro - CEP 30180-030 - Belo Horizonte - MG - Tel.: 31 2127 4651
Design : StudentsDesign.de PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação