PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Login

 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
Background
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Galeria PQN

Galeria2
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
ASSINE PQN
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
 
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
Ameaças cibernéticas não são impeditivos à Indústria 4.0 PDF Imprimir E-mail
Fabiano Droguetti   
27-Set-2016
A Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) passou a conectar objetos e trocar informações entre computadores e smartphones. No contexto da transformação digital, essa tecnologia possibilita o uso de sensores em equipamentos para extração e análise de dados em tempo real. Essas “máquinas inteligentes” fornecem às companhias uma visão muito mais apurada sobre o desempenho de seus ativos, equipes e produtos, o que possibilita a economia de bilhões de dólares em todo o mundo.

 
Chegamos à era da Indústria 4.0, que engatinha no Brasil, mas promete um salto que atingirá 72% da indústria nacional em 2020, como aponta  a pesquisa da PwC. Enquanto isso, wearables, smartwatches e aparelhos domésticos ainda não alcançaram a popularidade prevista por futuristas. 
 

Sensores acoplados a usinas e redes de energia elétrica, gasodutos, turbinas de aviões, fornos industriais, automóveis e smartphones mensuram dados como nível de desgaste, performance e consumo de energia ou combustível, enviando dados precisos aos fabricantes e seus clientes. A utilização da Internet Industrial permite, por exemplo, monitorar falhas e configurar uma rede elétrica para distribuição de energia mais eficiente.
 

Como a Internet Industrial otimiza de maneira substancial os custos das Empresas 4.0, graças aos ajustes de performance, um número crescente de organizações desenvolve modelos de negócios com base nela. Uma estimativa da Gartner aponta que, até 2020, cerca de 20,8 bilhões de objetos estarão conectados e esse novo mercado irá movimentar aproximadamente US$ 25 bilhões.  O aumento do uso dessa tecnologia faz com que, inevitavelmente, cresça a ocorrência de poderosos malwares – softwares infiltrados nos sistemas de forma ilícita, que ocasionam danos e roubo de informações.
 

Como vencer as ameaças
 
Agora, imagine o sistema de freios de um carro, um equipamento hospitalar ou o controle do fornecimento de energia elétrica de uma região inteira ficarem vulneráveis a ataques e invasões? Em situações como essas, é apavorante pensar nos danos materiais e físicos que podem ser causados.
 

Por isso, a segurança para Internet das Coisas deve ser pensada de maneira muito mais complexa e abrangente. É necessário definir processos e camadas de vigilância desde os dispositivos, incluindo rede de transmissão, servidores de armazenamento e tratamento dos dados, utilizando tecnologias diferentes para cada uma dessas instâncias.
 

Além do uso de firewalls, proteção contra malwares e phishings, serviços anti-DDOS e sistemas de alerta, é preciso escolher uma plataforma de IoT que detecte anomalias e gerencie os dispositivos remotamente.  Isolar o tráfego dos recursos e usuários em uma rede exclusiva é outra medida a ser tomada no ambiente corporativo.
 

Para este tipo de projeto, a TIVIT oferece uma solução online e assistida por ferramentas analíticas que preveem desvios no comportamento das operações. A plataforma de IoT da TIVIT oferece ferramentas que possibilitam o controle eficiente de diversas operações de uma Empresa 4.0. No caso da Ampla, por exemplo, que leva energia a 66 cidades no Rio de Janeiro, foi implementado um sistema de controle inteligente, que torna mais eficiente o monitoramento e controle das equipes de campo. Para maior efetividade, a segurança opera em três camadas:
 
·         Camada Física: Definida nos sensores utilizados em campo e nos aparelhos por um sistema operacional específico e protocolos de comunicação proprietários.
·         Camada de Transferência de Dados: Utiliza estratégias como VPN (Virtual Private Network), criptografia dos dados e EDI (Electronic Data Interchange).
·         Camada de Aplicações: A transmissão é feita com a subdivisão dos pacotes de dados, assim, caso mesmo com as precauções anteriores haja um invasor, ele terá acesso apenas a informações desconexas.


Neste cenário muito mais desafiador, cabe aos CIOs o papel estratégico de entender que a Indústria 4.0 coloca gestores de segurança em um papel de protagonismo ainda maior. Se a atenção para assuntos como Sistemas Legados, BYOD (Bring Your Own Device, política que permite o uso de recursos pessoais como tablets e smartphones), mobile e cloud era grande, a governança em uma realidade de objetos físicos conectados demanda ainda mais cuidados. A transformação digital exige abordagens híbridas em arquiteturas móveis e em nuvem, controle industrial e, claro, segurança física.
 

Como todo o boom tecnológico, ainda vivemos uma disparidade entre o uso da IoT e o investimento em segurança. No entanto, a sustentabilidade deste imprescindível ambiente passa, obrigatoriamente, pela evolução da vigilância e estratégias de proteção das informações.

 

 

 
< Anterior   Próximo >
 
 
 
 
Presoti
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
© 2017 PQN - O Portal da Comunicação
portalpqn@pqn.com.br Rua da Bahia, 1345 - Sl 909 - Lourdes - Belo Horizonte - MG - Tel.: 31 2127 4651
Design : StudentsDesign.de PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação