PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Login

 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
Aberje
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Galeria PQN

Galeria2
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
 
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
CASA FIAT DE CULTURA REALIZA ATELIÊ ABERTO DE MONOTIPIA PDF Imprimir E-mail
PERSONAL PRESS   
12-Abr-2017
PERSONAL PRESS - 12/04/2017

A Casa Fiat de Cultura, por meio de seu Programa Educativo, realiza durante os fins de semana do mês de abril o Ateliê Aberto de Monotipia - uma técnica muito simples de impressão, em que é possível reproduzir um desenho em uma única prova. A proposta é discutir a distorção e as variações da forma, e as composições possíveis a partir dessas distorções, explorando os acasos e apropriações na criação artística. As atividades do Ateliê Aberto são gratuitas e crianças e adultos podem participar.


A iniciativa tem como inspiração a exposição “Transformar, deformar, dissipar”, da artista visual Thaieny Dias, que fica aberta à visitação até o dia 23 de abril, na Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura. A mostra reúne 16 telas entre aguadas em nanquim, acrílicas sobre tela e sobre madeira, em pequenos, médios e grandes formatos. As pinturas foram geradas a partir de fotografias que a artista fez do próprio rosto e que foram usadas como matrizes para a criação das obras.


No Ateliê Aberto os participantes vão pintar sobre uma superfície não porosa e, por meio da técnica da monotipia, irão criar manchas, misturar cores e terão como resultado final belas distorções. As crianças manusearão tinta guache e os adultos, acrílica. As atividades acontecerão sempre aos sábados e domingos: 15 e 16, 22 e 23, e 29 e 30 de abril. No período da manhã, das 10h às 12h, aberto à participação de crianças até 12 anos, e, no período da tarde, das 14h às 18h, aos maiores de 12 anos.


Todas as atividades contarão com a orientação de um mediador, que auxiliará os participantes durante toda a permanência no ateliê. Os interessados deverão usar roupas confortáveis e adequadas ao manuseio de tintas, colas e outros materiais. As crianças menores de 10 anos deverão ser acompanhadas por um adulto responsável. Não é necessária inscrição prévia.


Exposição

“Transformar, deformar, dissipar” afirma o trabalho de experimentação da artista visual Thaieny Dias. O processo criativo desta série começou quando a artista tirou uma foto do próprio rosto, uma “selfie”, e percebeu que a imagem havia ficado desfocada e tremida. Em vez de descartá-la, ela identificou ali uma nova imagem de si mesma. Então, com a câmera em posições diferentes de seu rosto ela fez outros autorretratos e utilizou as imagens resultantes da ação como matrizes para a criação de pinturas.
 

O título da exposição “Transformar, deformar, dissipar” faz referência às variações da figura humana que a pintura permite gerar. Neste caso, a pintura não destrói, apaga nem exclui; ela transforma, muda a perspectiva, transfigura, apresenta o rosto de forma incomum.
 

Apesar da estética e conceito contemporâneos, o trabalho de Thaieny dialoga com um dos mais tradicionais gêneros da história da arte: a pintura de autorretrato. Entre os anos de 1861 e 1880, Paul Cézanne, referência do gênero para Thaieny, realizou uma célebre série de autorretratos. Assim como ele, outros artistas também experimentaram em algum momento da carreira as autorrepresentações, como Eliseu Visconti, Ismael Nery, José Pancetti, Frida Kahlo e, mais recentemente, Arnulf Rainer e Cindy Sherman.


Durante o período da exposição, o Programa Educativo da Casa Fiat de Cultura oferece, para públicos agendados e espontâneos, visitas mediadas e acessíveis a todas as pessoas, sejam elas deficientes ou não.


Casa Fiat de Cultura

Há 10 anos, a Casa Fiat de Cultura cumpre importante papel na transformação do cenário cultural mineiro, ao apresentar, em Belo Horizonte, 30 importantes exposições, de renomados artistas brasileiros e internacionais. A grande arte de Caravaggio, Chagall, De Chirico, Rodin, Tarsila do Amaral e outros pôde ser apreciada e discutida de forma gratuita ao longo dos anos, por todos os públicos, de todas as idades e classes sociais.


Sempre com mostras inéditas, a instituição, mantida pelas empresas do Grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e CNH Industrial, desenvolve um Programa Educativo que é peça fundamental nesse trabalho de valorização e de ampliação do conhecimento proporcionado a seu público. Para cada exposição, são idealizados conceitos e temáticas a serem trabalhados em atividades educativas, em um modelo de Ateliê Aberto, que proporciona aos visitantes um espaço de experimentação livre e de participação nos processos do fazer criativo. 


Cerca de 2 milhões de pessoas já visitaram a Casa Fiat de Cultura e mais de 300 mil pessoas participaram das atividades educativas. Para cada público, uma abordagem especial é adotada, com o intuito de encantar e transformar, de maneira positiva, o imaginário de cada visitante. É com esse espírito de envolvimento e inclusão que a Casa Fiat de Cultura tornou-se referência no Brasil, por meio da arte e da cultura, ao proporcionar experiências memoráveis ao público.
 

Serviço
 
Ateliê Aberto de Monotipia
Dias 15 e 16, 22 e 23, e 29 e 30 de abril
Das 10h às 12h para crianças até 12 anos
Das 14h às 18h para maiores de 12 anos
Vagas limitadas a 20 pessoas por horário; não é necessária a inscrição
Entrada Gratuita
 
 
Exposição “Transformar, deformar, dissipar: Thaieny Dias na Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura”
De 28 de março a 23 de abril de 2017
Terça a sexta, das 10h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h
Entrada gratuita
 
 
Casa Fiat de Cultura
Circuito Liberdade
Praça da Liberdade, 10, Funcionários – BH/MG
Horário de funcionamento: terça a sexta, das 10h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h
 
Informações
(31) 3289-8900
www.casafiatdecultura.com.br
Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email
facebook.com.br/casafiatdecultura
Instagram:@casafiatdecultura
Twitter: @casafiat
www.circuitoculturalliberdade.com.br
 
Informações para a Imprensa
Personal Press
Polliane Eliziário - Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email - (31) 99788-3029
Raquel Braga – Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email – (31) 99548-9158

 

 
< Anterior   Próximo >
 
 
 
 
Presoti
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
© 2017 PQN - O Portal da Comunicação
portalpqn@pqn.com.br Rua da Bahia, 1345 - Sl 909 - Lourdes - Belo Horizonte - MG - Tel.: 31 2127 4651
Design : StudentsDesign.de PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação