PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Login

 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
Background
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Galeria PQN

Galeria1
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
ASSINE PQN
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
 
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
Quem mexeu no meu bom humor? Um guia pessoal para manter a positividade nos negócios PDF Imprimir E-mail
Braulio Lalau de Carvalho   
28-Jun-2017
Você já trabalhou em um ambiente tóxico? Se sim, sabe o quão negativo é atuar ao lado de pessoas desmotivadas, constantemente reclamando de suas funções e insatisfeitas com o desenvolvimento de suas carreiras. Quase que inevitavelmente, você acaba sendo influenciado por toda aquela carga negativa que pode transformar, sem meias palavras, seu cotidiano profissional em um verdadeiro inferno.


 Quando passamos para o outro lado de uma organização, ou seja, a partir do momento que começamos a liderar uma equipe, dois dos nossos maiores desafios são:

  • Manter nossos colaboradores motivados;

  • Permanecer em um estado de espírito positivo, mesmo diante de dificuldades, visto que, um líder constantemente mal-humorado só irá corroborar para um péssimo ambiente de trabalho.

Além do mais, uma coisa importante jamais deve ser esquecida: pessoas positivas são também muito mais eficientes. Alguns estudos apontam que colaboradores de bom humor são capazes de resolver até 20% mais problemas difíceis do que funcionários mal humorados.

 
Pensando nisso, listei sete dicas práticas e objetivas que uso no meu dia a dia para continuar com a motivação em alta, mesmo diante dos comuns obstáculos de nossa rotina. Que tal acompanhar? Acredito que as dicas podem ser válidas também para você!


01. Trabalhe a aceitação: as coisas nunca são como você imagina

Qualquer pessoa que já tirou uma ideia do papel e a concretizou na vida real sabe: há sempre mudanças entre aquilo que idealizamos e o que foi, de fato, realizado. Isso ocorre porque tudo que imaginamos, obviamente, só existe no plano das ideias. 

 Por isso, um bom líder deve ter serenidade para aceitar as eventuais alterações de rota que ocorrem em várias etapas de nossa vida profissional – da execução de um plano estratégico a fundação de uma empresa. 
Isso não quer dizer, claro, que você não precise ser exigente consigo ou com sua equipe na execução de metas, mas sim, que deve ter a sabedoria para compreender que o objetivo alcançado pode diferir - às vezes em detalhes e em vários casos para melhor - da ideia inicial. 


02. Treine seu cérebro com a mudança de hábitos

Se você é naturalmente tenso ou um mal-humorado crônico, saiba que é possível treinar seu cérebro para adotar uma postura mais positiva. Dentre as técnicas para conquistar tal feito, acredito que não há nada melhor do que adotar certas rotinas mais coerentes com uma visão positiva da vida. 

 Dentre estes hábitos, cito três que considero bem interessantes:

  • Eventualmente, faça listas diárias com coisas agradáveis que lhe ocorreram: há sempre algo a se valorizar;

  • Incentive alguém: passar um reforço positivo para um colaborador é uma forma de exercitar a empatia;

  • Cuide de sua mente: envolva-se com atividades capazes de tornar a sua rotina mais leve e prazerosa. Escolha uma atividade que seja a sua cara. Muita gente encontra na corrida uma válvula de escape para o stress do dia a dia. O Yoga é uma opção que cuida do físico e do espírito, ou mesmo tocar um instrumento musical pode te levar a relaxar e renovar as energias. Eu encontrei no Muay Thai, a fonte que me garante relaxamento e renovação.


03. ‘Apaixone’ seus colaboradores e construa boas relações

Do mesmo modo que estar rodeado de pessoas negativas afeta a forma como você enxerga seu trabalho, conviver com colaboradores bem-humorados é uma ótima maneira de manter-se, você também, mais motivado. 

Para tanto, é crucial construir boas relações e, sempre que possível, ser um líder inspirador, capaz de fazer suas equipes se apaixonarem pelo trabalho que estão desenvolvendo. Contratar quem, de fato, ama o que faz facilita em muito a estratégia. Durante um processo seletivo, investigue mais do que os quesitos técnicos e entenda se o candidato caiu de paraquedas na profissão ou, de fato, escolheu aquele caminho para a vida.


04. Seja sincero, mas não perca a empatia

Como você se sente quando alguém lhe faz uma crítica em público? Pode ser sincero, a experiência não é muito agradável, certo? 

Neste sentido, é sempre de bom tom adotar uma prática simples, mas eficaz: elogie em público e aponte as falhas pessoalmente. Deste modo, além de não expor seus funcionários, você estabelecerá uma relação de respeito e confiança para com eles. 

Entenda o contexto de cada situação e seja empático para não perder o controle de suas equipes. 


05. Valorize seus sucessos e não se martirize com as falhas

É muito comum darmos pouco valor as nossas conquistas, sobretudo quando estamos falando de pequenos sucessos do cotidiano. De modo contrário, costumamos dar um peso enorme e desproporcional aos nossos equívocos. 

O segrego aqui é alterar essa lógica. Entenda seus erros e procure melhorar, mas de nada adianta alimentar um sentimento de culpa no ambiente de trabalho. Além disso, dê valor para cada ação bem-feita de sua jornada, pois elas podem ser a base de sua motivação para os dias difíceis.


06. Concentre-se em você e nas suas atividades

Você já reparou que quando estamos com a cabeça cheia de demandas tendemos a perder o humor e a motivação muito rapidamente? Para evitar o acúmulo de exigências internas, concentre-se em você e na realização de uma atividade de cada vez. 

Afinal de contas, é melhor fazer uma atividade bem-feita do que várias tarefas mal executadas. Este processo irá te ajudar, inclusive, a organizar melhor suas obrigações e reduzir o tempo de entrega de qualquer incumbência. 


07. Por fim, descanse!

Ninguém é de ferro, não é mesmo? Sendo assim, qualquer um ficará mal-humorado se não tiver uma boa noite de sono. Recarregue as energias para ser capaz de “contaminar” seu ambiente de trabalho com boas vibrações.
 


Braulio Lalau de Carvalho é CEO da Orbitall, empresa do Grupo Stefanini 

 
< Anterior   Próximo >
 
 
 
 
Presoti
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
© 2017 PQN - O Portal da Comunicação
portalpqn@pqn.com.br Rua da Bahia, 1345 - Sl 909 - Lourdes - Belo Horizonte - MG - Tel.: 31 2127 4651
Design : StudentsDesign.de PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação