PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Login

 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
Outra Visão
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 

Galeria PQN

Ricardo Cardin
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
Infinita
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
 
 
 
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
O que torna uma agência de marketing digital diferente das outras? PDF Imprimir E-mail
Eduardo Soldera Garcia   
01-Ago-2017
Alguns podem dizer que é o portfólio de clientes, o relacionamento ou o fato da agência ser totalmente “customer-centered”. Na era do Big Data e da explosão do investimento mundial em publicidade online, o que torna uma agência de marketing digital diferente das outras é o conhecimento em tecnologia.

 
Não parece muito estranho dizer que uma agência que tem seu negócio baseado em ferramentas online deve ter um domínio pleno em tecnologia da informação. E apesar deste não ser o cenário atual do mercado no Brasil, não é o caso da Raccoon. Tendo um quadro de funcionários com mais de 90% vindo da área de exatas, não é à toa que nos importamos muito em dominar as tecnologias envolvidas no dia a dia do marketing digital e inovar na gestão das mídias digitais, aplicando soluções automatizadas que facilitam muito a vida dos analistas.
 

A primeira preocupação quando há onboarding de novos clientes é se as ferramentas que apoiam a mensuração de resultados estão corretamente implementadas, pois elas devem ser confiáveis para que os dados de campanha analisados estejam reproduzindo fielmente a realidade. O nosso time de tags existe desde nossa fundação e é peça chave para o dia a dia de trabalho dos times de Marketing Digital. Afinal, se os decisores utilizam dados equivocados para se apoiar, é possível confiar totalmente nessas decisões?
 

Com o crescimento rápido da empresa, surgiu a necessidade de automatizar diversos processos manuais que tomavam um precioso tempo do time de analistas. O desenvolvimento de vários desses procedimentos fez com que os próprios times de gestão de mídia surgissem com várias ideias geniais de automatização para os times de desenvolvimento.
 

Alguns exemplos de automatizações e ferramentas internas que ajudaram os times:
 
  • Ativar ou Pausar Campanhas ou Grupo de Anúncios do Search Network conforme disponibilidade e estoque de produtos
 

É natural que, em um e-commerce, os produtos eventualmente saiam de estoque por promoções fortes ou simplesmente por questões de disponibilidade. As páginas de produtos ou categorias que só contém produtos indisponíveis apresentam altíssima taxa de rejeição, uma métrica de engajamento que indica a fatia de usuários que saíram da página sem interagir com ela.
 

Landing Pages de alta taxa de rejeição apresentam em sua maioria as piores métricas de resultados, porque a maior parte do investimento em marketing foi aplicado em usuários que não interagiram com o site.
 

Dessa forma, a solução implementada foi de avaliar periodicamente e automaticamente as landing pages dos anúncios e verificar o conteúdo das mesmas, checando se o produto está indisponível ou se a página de categoria só contém produtos indisponíveis, avisando os analistas ou pausando automaticamente as campanhas.
 
  • Gerenciamento automatizado de lances
 

A gestão de lances em uma conta é uma das atividades de um analista de marketing digital que toma mais tempo. Cada conta tem sua peculiaridade e uma melhor forma de realizar otimizações. O time de desenvolvimento e BI trabalha com muita proximidade aos analistas, entendendo as especificidades e implantando soluções automatizadas para gestão de lances.
           
  • Gerenciador de feed de produtos (XML)
           

É fundamental estender a estratégia de marketing aos canais de divulgação de produtos, como marketplaces e comparadores, e é aí que uma ferramenta de gestão de feed faz tanta falta.
 

O feed é um subconjunto do seu portfólio de produtos cuidadosamente criado e precificado para um canal de divulgação em particular e, com o Feed Manager, gerenciar estas listas com inteligência e segurança é uma tarefa simples.
                                  

É claro que essas implementações não se criam do dia para a noite e foram produto de anos de desenvolvimento e da preocupação dos sócios e da empresa como um todo em inovar sempre.
 

A partir do momento em que passamos a gerenciar outras mídias digitais além do Google Adwords, surgiu a necessidade de criar formas inteligentes de acompanhamento de dados unificadamente e a criação de relatórios automatizados. Foi a partir dessa necessidade que o time de BI surgiu. Um conceito relativamente atual, BI é um acrônimo para Business Intelligence e, dentro dessa área bem abrangente, está a produção de relatórios de forma automatizada, compreendendo desde a extração, armazenamento e visualização desses dados.
 

Atualmente, os times possuem painéis personalizados, conhecidos pelo termo em inglês, dashboards, para acompanhamento e reporting de resultados. Para suportar o armazenamento e consulta rápida de um enorme volume de dados, utiliza-se a plataforma de Big Data do Google, o Google BigQuery, que permite consulta de grandes volumes de dados em segundos. Há poucos anos atrás essas consultas poderiam levar horas ou até dias.
 

Se você está de alguma forma envolvido com o mercado de Marketing Digital e não acredita que o conhecimento em tecnologia é essencial para esse mercado, está na hora de rever seus conceitos!
 
Eduardo Soldera Garcia é Coordenador de BI da Raccoon, agência de marketing de performance

 

 
< Anterior   Próximo >
 
 
 
 
Presoti
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
© 2017 PQN - O Portal da Comunicação
portalpqn@pqn.com.br Rua da Bahia, 1345 - Sl 909 - Lourdes - Belo Horizonte - MG - Tel.: 31 2127 4651
Design : StudentsDesign.de PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação
 
PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação PQN - O Portal da Comunicação